Representantes da indústria demonstram preocupação com altas taxas ambientais

Deputado Fábio Ostermann abordou o tema com a FIERGS

O deputado Fábio Ostermann (NOVO) esteve reunido com representantes da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) para abordar sobre as altas taxas ambientais gaúchas. Na oportunidade, os representantes da entidade demonstraram preocupação com os valores que atualmente são cobrados no Rio Grande do Sul.

Durante o encontro com o coordenador do Conselho de Meio Ambiente da FIERGS, Newton Battastini, Ostermann apresentou um estudo que comparou os valores pagos por empreendedores gaúchos com os outros estados da Região Sul. Conforme o parlamentar, algumas taxas cobradas pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) chegam a custar 17 vezes mais do que em Santa Catarina e até 30 vezes mais do que no Paraná.

Ao alinhar ações conjuntas, os representantes da FIERGS e o deputado Fábio Ostermann concordam que o alto custo para a obtenção de licenças prejudica a competitividade gaúcha. “Esse custo, aliado à alta burocracia brasileira, acaba impedindo que empreendedores abram novos negócios por aqui. O resultado é a fuga de empregos e investimentos para outros estados”, pontua Ostermann.

Também participaram da reunião a analista técnica dos conselhos de Meio Ambiente e da Agroindústria Claudia Sadovski e o analista-executivo da entidade Thiago Pereira.

admin

Website:

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *